Presidente da Assembleia presente à sanção da lei garantindo nível superior à Polícia

maurao leiO presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PP), prestigiou na manhã desta terça-feira (2) a assinatura do governador Confúcio Moura (PMDB), sancionando o Projeto de Lei Complementar 014/15, aprovado pelos deputados na sessão itinerante realizada em Ji-Paraná, na última semana.

O ato de assinatura ocorreu na sede do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Rondônia (Sinsepol), em Porto Velho. O projeto assegura que, de agora em diante, o ingresso na carreira de policial civil seja exclusivamente para portadores de diploma de nível superior.

“Esse projeto foi negociado entre a categoria e o Executivo, com a participação direta dos deputados estaduais. A matéria foi aprovada na sessão itinerante e hoje o governador a sancionou, num ato que simboliza mais uma conquista para toda a classe de policiais civis”, destacou Maurão.

O secretário chefe da Casa Civil, Emerson Castro, o secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), Antônio Reis, o deputado Ribamar Araújo (PT), além do presidente do Sinsepol, Jales Moreira, e vários policiais civis, estavam presentes à solenidade.

“Nosso governo tem feito um esforço grandioso para manter os salários em dia, que não é mais do que nossa obrigação. Mas, com o gasto com pessoal no limite, temos nos desdobrado para garantir melhorias e benefícios aos servidores, que são a mola mestra da administração”, afirmou o governador, acrescentando que o gasto com a folha saiu de R$ 130 milhões, quando assumiu o governo, para cerca de R$ 215 milhões hoje.

Maurão de Carvalho reconheceu o empenho do governador e de sua equipe para assegurar readequações salariais aos servidores. O parlamentar informou, ainda, que em 60 dias deverá ser encaminhado à Assembleia projeto com a unificação dos vencimentos e que o acordo prevê ainda o envio do Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) até o final do ano.

“Quando estas duas matérias chegarem à Casa, com certeza vão ser aprovadas, pois os parlamentares têm o compromisso de aprovar todos os projetos que beneficiem os servidores”, finalizou.

Fonte: Assessoria

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA