quinta-feira, setembro 23, 2021

Produtor de pescado e minério, Ariquemes cobra da Unir instalação dos cursos de medicina, engenheiros de minas e de alimentos

Duas reuniões, uma com empresários, outra com a reitora da Universidade Federal de Rondônia, Marcele Pereira, abriram caminho para a ampliação dos cursos dessa instituição em Ariquemes. Lideranças esperam ser atendidas em vocações regionais. O senador Confúcio Moura (MDB-RO) comprometeu-se a obter recursos de R$ 20 milhões.

ARIQUEMES – As reuniões ocorreram na semana passada. O senador informou à reitora e à Associação Comercial e Industrial de Ariquemes que reunirá a bancada de Rondônia em agosto próximo, a fim de debater os novos cursos e a necessidade de investimentos na revitalização do campus e capacitação dos laboratórios.

Empresários pediram prioridade para o curso de medicina, mas acenaram com outros igualmente importantes para o município. Confúcio está otimista com a proposta: “São cursos para duração média de 50 a 100 anos; formaríamos pelo menos cem engenheiros de mina, de produção, de materiais, e de energias alternativas”.

A região do Vale do Jamari começa a experimentar o uso da energia fotovoltaica com chances de crescimento desse mercado ainda nesta década. Ao mesmo tempo, no município de Ariquemes existe o maior garimpo a céu aberto do mundo, de minério de estanho (cassiterita).

Confúcio lembrou que, apesar da agricultura forte, o mercado para agrônomos está saturado, razão porque acredita noutros potenciais da cidade. “É hora de consolidar aqui um polo tecnológico”, anunciou o parlamentar.

Ele não tem dúvida do êxito das reivindicações locais: “O leque de cursos é enorme, podemos escolher os essenciais, e a pesca é um deles, com chance de acoplar-se ao curso de engenharia de alimentos que funciona em Presidente Médici”, assinalou.

A construção das obras das futuras faculdades anima o senador, entretanto, ele pediu à reitora Marcele Pereira a contrapartida: revitalizar urgentemente o campus de Ariquemes e outros que estão inoperantes, devido à subutilização e à ociosidade.

O Conselho Diretor da Unir estudará quais as propostas mais viáveis. E o senador se comprometeu-se ainda a acompanhar “com frequência mensal” o andamento dos projetos. Do encontro com Marcele com o senador participaram: o vice-reitor Juliano Cedaro; o pró-reitor de administração Charles Dam; o pró reitor de planejamento, George Queiroga; e a chefe de gabinete Elyzânia Torres.

POLO MINERAL

Segundo o vice-prefeito Aner Gabriel Amaral da Rosa (Patriota), foi possível reivindicar ao senador a instalação de cursos totalmente voltados para a realidade local. “O Jamari tem uma riqueza muito grande a ser explorada, e o pesado faz parte, porque exportamos esse produto, e o nosso potencial agrícola em geral é muito grande”, ele assinalou.

No ano passado, o estanho rendeu negócios de exportação de US$ 13,4 milhões. Sua produção põe Rondônia na 1ª posição entre os produtores brasileiros do minério de estanho, com 11,4 mil toneladas bruta e pureza de 74,58%.

Em 2020, o minério proporcionou o faturamento de R$ 360,5 milhões, 15,84% a mais do que no ano anterior, quando alcançou R$ 311,2 milhões.

O vice-prefeito lembrou que, graças ao garimpo Bom Futuro. Rondônia é o primeiro produtor desse minério no País.

“Temos a expectativa de recebermos aqui a instalação de um grande polo tecnológico que demanda desde já cursos nas áreas extrativista, pescado e da produção agrícola”, assinalou Rosa.

Na segunda reunião, o presidente da Associação Comercial de Ariquemes, Fernando Vilas Boas, disse que a região poderá prosperar “pelo desenvolvimento tecnológico”. “Se vierem cursos novos, formaremos bons profissionais e o comércio se desenvolverá melhor; em outras regiões têm sido assim”, observou.

www.expressaorondonia.com.br

Publicação anterior

Advertisment

Outras notícias

Prova de vida do INSS precisa ser feita por 37 mil segurados em Rondônia até 2022; veja como

Caiu para 37 mil o número de rondonienses que precisa fazer a prova de vida, segundo levantamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)...

Feirante é presa por matar homem a tiros em Porto Velho: ‘Ele vivia me ameaçando’

Uma feirante foi presa nesta terça-feira (21) em Porto Velho suspeita de matar um homem identificado como André Marinho Oliveira, de 36 anos, em...

Professores da rede municipal de ensino serão contemplados com notebooks

A Câmara Municipal de Vilhena aprovou R$ 3.180.630,97 para uso da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A deliberação aconteceu durante a 23ª sessão ordinária...