Programa Cultivar Rural já atende 100 famílias em Ariquemes

CultivarUma ação nova que está trazendo inúmeros benefícios para os pequenos produtores rurais, que visa incentivar o aumento da produção agrícola e diversificação de culturas nas propriedades rurais no Município é o Programa Cultivar Rural, que com apenas dois meses de programa, já beneficia cerca de 100 famílias, e pretende chegar a atingir de 550 a 600 produtores até o final do ano.

A realização deste programa, através da Secretaria Municipal de Agricultura, Indústria e Comércio (Semaic) que concede ao pequeno produtor rural cinco horas de mecanização agrícola, auxiliando no preparo do solo para plantio das mais diversas culturas, é o único de todo o Estado e que atende às regiões das Linhas C18 (região da Paca Assada), Linha C-45, (Quatro Cachoeiras) e Assentamento Maria José Rique.

A respeito do programa o coordenador e técnico agrícola, Jessé Campos, relatou sobre a economia que esta ação vem oferecendo para os agricultores, em que são divididos em cada hora de máquina no campo, gasta-se R$ 45,00 e ao todo de 5 horas, R$ 225,00, uma economia de 70%. “Cada produtor tem até cinco horas máquina, caso numa propriedade tiver duas famílias, com os devidos documentos, nota do produtor, e comprovar que reside na propriedade, cada família terá o direito de utilizar as cinco horas cada. Esse programa veio para dar grande apoio ao produtor rural que estava abandonado, e o anseio maior deles é a questão da limpeza da área, que não se pode mais fazer aquela famosa derrubada”, expôs.

Segundo o produtor rural presidente da Associação Canachoeira, Robson Pedro Gomes de Paula, essa iniciativa do programa Cultivar Rural é de suma importância para o pequeno produtor que antes não tinha este incentivo. “O que está nos ajudando muito é o custo que pagamos hoje mínimo, com 15 litros de óleo a hora, conseguimos já preparar o solo para o plantio”, mostrou.

O Programa Cultivar Rural desenvolve atividades relacionadas a destoca e enleiramento, carreadores para o escoamento da produção agrícola, onde serão disponibilizados aos beneficiários serviços de hora/máquina de pá-carregadeira, com até 5 horas trabalhadas em cada propriedade rural.

Fonte: Diário da Amazônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA