quarta-feira, junho 29, 2022

Raupp e Expedito fazem a dança das raposas para definir candidaturas para as eleições deste ano

Carlos Sperança

COLUNA

Parceiras da fome Quando os gritos sobre o apocalipse ambiental começam a esmaecer no cansaço e a inútil guerra na Ucrânia lidera as..

Parceiras da fome

Quando os gritos sobre o apocalipse ambiental começam a esmaecer no cansaço e a inútil guerra na Ucrânia lidera as preocupações, a chocante capa da revista inglesa The Economist apresentando espigas de trigo feitas de crânios joga sobre o mundo o fantasma da fome, parceira de pestes e conflitos.

O primeiro grande desastre registrado na era industrial foi o Big Smoke, nevoeiro resultante da queima de combustíveis fósseis que poluiu Londres e matou muita gente em 1952. Hoje é normal pessoas atravancando postos de saúde com pulmões em frangalhos e leitos cheios de quebrados em acidentes.

A medicina evoluiu e as pessoas demoram mais a morrer. O atestado de óbito nem sempre indica a origem dos males como causa da morte. Morre-se mais de efeitos que de causas. A atual combinação de crises porá um atestado de óbito no neoliberalismo, que não resolveu os problemas da humanidade e acumulou efeitos daninhos para a economia e a sociedade.

Houve imenso enriquecimento na aguçada ponta da pirâmide dos poucos bilionários e acúmulo de dívidas produzindo a base esparramada pelo achatamento da classe média. Os crânios em lugar de grãos não deveriam só chocar, mas motivar os líderes e os cientistas a planejar políticas eficazes de segurança alimentar e valorização da saúde. Culpar os outros pelas próprias omissões não vai funcionar eternamente.

………………………………………………………………………….

Jaqueline ao Senado.

Rejeitando a opção de disputar um cargo de vice, tudo se encaminha para que a deputada federal Jaqueline Cassol (PP) dispute uma cadeira ao Senado pela chapa do candidato ao governo estadual Leo Moraes (Podemos). Nesta articulação, Leo ganha o apoio do ex-governador Ivo Cassol e poderá escolher um vice de Ji-Paraná, Ariquemes ou Vilhena, para reforçar sua chapa majoritária. A coalizão tem boas nominatas para Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados e contaria ainda com a simpatia do cacique Confúcio Moura (MDB) caso ele fique fora da disputa do CPA. Uma composição reforçada no interior.

PSOL rachou

Inconformado com a candidatura do professor universitário Vinicius Miguel PSB) ao governo pela Frente Popular de Esquerda, o PSOL liderado por Pimenta de Rondônia pulou fora da aliança. Prefere entrar na dança com candidatura solo e chapa majoritária  puro sangue. Se o candidato ao governo for Pimenta de Rondônia será a enésima tentativa em disputas por cargos eletivos. Ele já merece ganhar alguma eleição pelo critério de antiguidade já que disputa eleições há mais de três décadas e até agora nadica de nada. Vamos ver se no pleito deste ano ele consegue melhor sorte e desencanta.

Negreiros com Yeda

O presidente da Câmara de Vereadores de Porto Velho Edwilson Negreiros estaria fora da disputa a Assembleia Legislativa na eleição deste ano. Conforme o que circula nos meios políticos ele seria um dos coordenadores da campanha a ALE da primeira dama Ieda Chaves (União Brasil), articulando o apoio dos demais vereadores da base aliada do prefeito Hildon Chaves. Pela estrutura de campanha é previsível que ela será a campeã de votos a Assembleia Legislativa, a não ser que o alcaide Hildon não seja capaz de transferir sua imagem e seus votos para ela.

A dança das raposas

O ex-governador Valdir Raupp (MDB) avalia o cenário político rondoniense para se decidir se será candidato ao Senado ou a Câmara dos Deputados. Na verdade, ele acompanha os movimentos de Expedito Junior, porque sua cria política seria postulante ao mesmo cargo e poderia rachar seu eleitorado na Região do Café, polarizada por Cacoal, Zona da Mata (Rolim de Moura) e Cone Sul rondoniense, cujo polo regional é Vilhena. Da mesma forma Expedito monitora os movimentos de Raupp, porque se ele for candidato ao Senado lhe causaria graves prejuízos nas suas bases. Um enfrentamento que não convém aos dois. Canibalismo puro.

Fatima lançada

Com apoio dos profissionais da educação e do meio estudantil, a ex-senadora Fatima Cleide (PT) terá sua candidatura a Câmara dos Deputados lançada hoje nas dependências do Sintero, em Porto Velho, no bairro Arigolandia. Fátima teve um bom desempenho no Senado, mas com o desgaste do PT não logrou a reeleição, depois tentou também o governo de Rondônia e a prefeitura de Porto Velho sem sucesso. Mais experiente, com uma nova fase do ex-presidente Lula, buscará sua volta ao Congresso Nacional. Fátima também já percorre o interior em busca de apoio.

Via Direta

*** Além de Porto Velho liderar juntamente com Altamira (PA) o ranking dos municípios que mais desmata no País, dois municípios colonizados por rondonienses estão na lista das dez cidades mais saúvas: Apuí, no Amazonas e Colniza no Mato Grosso *** As consequências vão aparecer neste verão com as queimadas e grossas camadas de fumaça nos céus de Rondônia


Veja mais+

- Advertisement -

Veja Mais Notícias