Rios de Rondônia estão em alerta médio para cheia

rio-madeira
Cinco bacias hidrográficas monitoradas em Rondônia estão com alerta médio para cheia, de acordo com o boletim hidrometeorológico divulgado nesta terça-feira (5). São elas as bacias dos rios Madeira, em Abunã, Jamari, em Ariquemes; Machado, em Ji-Paraná; Machado, em Pimenta Bueno e do rio Jaru, no município de Jaru.

A situação mais crítica é do rio Jamari, em Ariquemes e em Ji-Paraná. Conforme o boletim, o nível do rio está na zona de atenção para a cheia.  Os rios Jaru, Machado e Madeira, no distrito de Abunã, também já se aproximam desta faixa de atenção e ameaçam inundar dependendo das condições climáticas. Já as bacias do rio Guaporé, em Costa Marques e rio Mamoré, em Guajará-Mirim não apresentam situação de alerta.

A bacia do rio Madeira, em Porto Velho, está classificada conforme o boletim hidrometeorológico como em alerta baixo para enchente. Apesar do nível do rio ter declinado de abril a maio, o monitoramento da Defesa Civil é constante nas áreas que costumam ser impactadas pela enchente.

Monitoramento

De acordo com o chefe de operação da Defesa Civil de Porto Velho Paulo Afonso da Silva, a preocupação é que o nível do rio aumente nos próximos dias devido às chuvas ocorridas recentemente na cabeceira do rio Madeira. No momento, a instituição não realiza retira de famílias, mas mantém as ações assistenciais.

rio-madeira1Na quarta-feira (6), uma equipe da Defesa Civil irá até os distritos de São Carlos, Cavalcante, Nazaré, Calama e Demarcação e devem permanecer nas localidades por três dias. ‘‘São áreas que estão sendo vistoriadas e estamos levando assistência para os moradores com água potável e kit higiene’’, afirma.

Na área urbana de Porto Velho, o monitoramento é feito principalmente nos bairros Triângulo, Balsa e Beco Gravatal, os mais impactados com as enchentes passadas. ‘‘O nível do rio Madeira está normal, ele enche um pouco, esvazia um pouco. Temos uma estabilidade, na faixa de 15 metros, não está mais como estava nos níveis de 16m, 17 m, ele desceu um pouco. A gente continua fazendo o monitoramento dele porque como voltou a chover na cabeceira, ele pode dar uma alteração. E a Defesa Civil não quer se pega de surpresa como no Acre. Lá chegou a baixar e quando subiu foi de repente, causando alagações’’, afirma. Nesta terça-feira (5), o nível do rio Madeira, em Porto Velho, alcançou a marca de 15,37 metros.

Classificação para enchente 

Bacia do Rio Guaporé – em Costa Marques – sem alerta
Rio Mamoré – em Guajará-Mirim – sem alerta
Rio Madeira – em Porto Velho – alerta baixo
Rio Madeira – em Abunã – alerta médio
Rio Jamari – em Ariquemes – alerta médio
Rio Machado – em Ji-Paraná – alerta médio
Rio Machado- em Pimenta Bueno – alerta médio
Rio de Jaru – em Jaru – alerta médio

Fonte: Portal Amazônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA