RONDÔNIA – O professor Samuel Costa foi o entrevistado na tarde de ontem (18) na TV Cultura e na Rema TV em rede estadual. Samuel falou de temas contemporâneos, abordando principalmente a questão política que o País atravessa, dando enfoque à atual situação econômica do País que tem agravado a desigualdade social entre regiões e o acesso do cidadão a uma alimentação digna.

Segundo ele, o Real está com baixo poder de compra, o que tem gerado aumento nos valores de todos os itens da cesta básica, além de aumento no combustível, no gás de cozinha e carne, além de gerar inflação em outros serviços. Para ele, o Governo Federal precisa implementar ações que diminuam as desigualdades sociais atuando na geração de emprego e renda.

“A situação está se agravando. Há estatísticas que indicam que 113 milhões de brasileiros estão com dificuldades na alimentação e outros 60 milhões passando por necessidades. O Brasil é o terceiro maior produtor de alimentos do Mundo e, por isso, é inadmissível, uma verdadeira selvageria que o cidadão passe por esse tipo de necessidade já que somos autossuficientes nessa produção. Se o Bolsonaro não intervir rapidamente na política econômica equivocada de seu desgoverno o povo brasileiro sofrerá ainda mais”, ressaltou Samuel ao jornalista Fábio Camilo no Programa Informa na Hora.