domingo, setembro 19, 2021

Sexta usina de asfalto do Estado é entregue em Vilhena pelo Governo de Rondônia

VILHENA – Realizada na sexta-feira (23), a entrega técnica da nova Usina Asfáltica de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), em Vilhena. O anúncio feito pelo Governo de Rondônia foi comemorado pela população. Essa será a sexta usina do Estado e terá como foco principal produzir o insumo para melhorar as condições de trafegabilidade no Cone Sul.

Usina será composta pelos equipamentos mais avançados do mercado e melhorará malha viária do Cone Sul

A solenidade contou com a presença do deputado estadual Luizinho Goebel, líder do Governo na Assembleia Legislativa (ALE); e o deputado estadual Ezequiel Neiva que pontuaram a importância do investimento para que a região e todo o Estado se desenvolva.

Os moradores de Vilhena aplaudiram de pé o governador Marcos Rocha após anúncio da nova usina. Além de atender uma demanda antiga da população desta região, a nova estrutura é a mais moderna que existe no mercado entre as que produzem asfalto quente. Tem capacidade de produção de 120 toneladas por hora. As demais do Estado produzem 80 toneladas por hora.

“A melhoria de Rondônia em todos os aspectos é um sonho meu, mas também é um sonho coletivo. Pegamos um Estado com orçamento deficitário, e com muito esforço e planejamento temos solidez fiscal. Vamos transformar a realidade do nosso Estado, e para isso precisamos de estradas de qualidade. Com essa usina será feito o máximo de asfalto para termos estradas boas”, assegurou o governador Marcos Rocha.

“Vilhena irá prosperar e muito. Agradeço ao Governo de Rondônia por realizar esse sonho, isso vai ajudar a população”, afirma o prefeito de Vilhena, Eduardo Japonês. O diretor do Departamento de Estradas de Rodagens e Transporte (DER), Elias Rezende, explicou o procedimento para colocar a usina em funcionamento.

População de Vilhena agradeceu ao Governo de Rondônia pelo investimento no município

“A partir desta entrega técnica tem início o processo de instalação da usina. Estamos trabalhando a subestação elétrica, dimensionamento do espaço físico, estamos com parte dos equipamentos já no município e outra parte em deslocamento para Vilhena. Em cerca de quatro meses teremos a usina em funcionamento”, afirma Elias.

Só para instalação da usina, o investimento é de R$ 3.200.000,00 (três milhões e duzentos mil reais), recursos próprios do Estado. O terreno para instalação da usina foi cedido pelo município de Vilhena ao Estado, por meio do Termo de Cessão de Uso. Segundo o DER, O custo total, incluindo equipamentos, chega há aproximadamente R$ 10 milhões.

O diretor do DER pontua que a usina era uma necessidade na região, pois a mais próxima está localizada em Rolim de Moura, fazendo necessário um longo percurso para fazer o asfalto quente chegar aos municípios do Cone Sul. “Essa já era uma demanda antiga que o Governo de Rondônia atendeu e trouxe esse grande investimento para o Cone Sul. E isso é sinônimo de desenvolvimento”, afirmou Elias.

A instalação da usina irá ajudar na malha viária urbana dos municípios do Cone Sul, por meio de comodato com os municípios, e também na manutenção das estradas estaduais, rotas de escoamento da produção agro do Sul do Estado.

 

 

 

 

 

 

Fonte
Texto: Vanessa Moura
Fotos: Ėsio Mendes
Secom – Governo de Rondônia

Publicação anterior

Advertisment

Outras notícias

CDL Cacoal defende retorno de voos da Azul

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Cacoal (CDL Cacoal) une-se as demais entidades de classe, no sentido de solicitar o retorno dos voos da...

Brisa da Mata será o primeiro condomínio residencial de sobrados geminados em Cacoal

Em Cacoal, o mês de setembro de 2021 será marcado pelo lançamento de mais um grande empreendimento. Responsável por residenciais e condomínios como Vila...

Coluna Marisa Linhares 16 de setembro

EQUIPE DE VENDAS FIAT PSV Registrei na PSV CACOAL do renomado Grupo Gilberto Miranda em Rondônia, a gerente de vendas Rute Mandrick com os consultores...