quinta-feira, setembro 23, 2021

Sicoob Credisul adquire AVEC e projeta consolidação de seu braço educacional 

A Sicoob Credisul reuniu jornalistas para uma coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira (13), no Centro de Treinamento e Cultura Sicoob Credisul, na cidade de Vilhena, sede da cooperativa de crédito.  Em pauta, a aquisição da faculdade AVEC pela cooperativa.
 

Vilmar Saúgo, diretor executivo da Sicoob Credisul, explicou os principais pontos dessa transação e o que motivou a compra da faculdade. Segundo Saúgo, primeiramente é preciso destacar que a negociação passa pelo 7º princípio do cooperativismo, que é o “Interesse pela Comunidade”, onde as cooperativas trabalham para o desenvolvimento sustentado das suas comunidades.

Nesse sentido, Saúgo destaca que a Sicoob Credisul fez grandes investimentos no aeroporto de Vilhena, que foi o primeiro do interior do estado a retomar os voos comerciais interrompidos em 2020 por conta da pandemia e por problemas estruturais nos aeroportos. “Isso foi possível em função da parceria da Sicoob Cresidul com o Governo do Estado”, afirmou. Outro ponto, é o investimento na área de saúde. “Estamos prestes a resolver um problema crônico de saúde em Vilhena, com a construção do Hospital Cooperar, que está em fase final de conclusão. Tudo isso graças ao crescimento meteórico que a Sicoob Credisul nos últimos anos que nos coloca na quarta posição entre as maiores cooperativas do Sicoob no Brasil.

Assim, a Sicoob Credisul partiu para consolidar seu terceiro grande projeto dentro deste princípio, que é ampliar sua participação na área educacional. A Sicoob Credisul já tem seu braço educacional que é a Coopevi (Cooperativa Educacional de Vilhena), que atua na educação básica (infantil, fundamental e médio) desde 2006. “A aquisição da AVEC é um passo a mais nesse projeto. E este processo se dará em algumas etapas, que passa primeiramente pela mudança da Coopevi para esse novo imóvel, a atuação da Coopevi na educação superior, e a criação de um centro de tecnológico e de formação de mão de obra”, explica Vilmar Saúgo.

Centro Tecnológico e de Formação

Sobre esse último item, a cooperativa pretende atuar em diversas frentes. Na formação de mão de obra, o centro vai servir não apenas aos colaboradores da Sicoob Credisul, mas também as demais cooperativas do sistema no norte e centro oeste do país, além de atender todos os seguimentos da sociedade de Vilhena e da região. No quesito tecnológico, a cooperativa pretende implantar no local, um acelerador de tecnologia. “Queremos fazer com que nossos jovens possam desenvolver tecnologia de qualidade, como aplicativos, e que possam ganhar dinheiro com isso”, assegurou Saúgo.

Faculdade

O diretor executivo da Sicoob Credisul explicou também, que a aquisição da faculdade AVEC foi total. Ou seja, não foram comprados apenas o imóvel e o mobiliário. Os cursos superiores da faculdade vieram no negócio e já foram transferidos para a Coopevi. “A Coopevi passa agora a atender os cooperados e a sociedade em geral desde o berçário até o nível superior, dando um grande salto nesse projeto educacional”, comemora Saúgo.

A Coopevi já trabalha inclusive na organização do vestibular 2022 para os cursos de Direito, Administração e Contábeis. Uma comissão com membros da cooperativa e da AVEC trabalha no processo de transição até dezembro. A partir de 1º de janeiro de 2022, a AVEC sai de cena e a Coopevi passa a administrar sozinha a nova faculdade.

A ideia não é mudar apenas o nome e a gestão e sim transformar os cursos de Administração e Contábeis em cursos de altíssimo nível, e melhorar ainda mais o nível do curso de Direito, que já é considerado um dos melhores do estado. “Lembramos que o curso de Direito da AVEC já tem uma qualidade elevada, com ampla aprovação no exame de ordem da OAB. O que vamos fazer é melhorar ainda mais esse nível. Queremos verdadeiramente qualificar nossos administradores, contadores e profissionais do direito para o mercado de trabalho, e sermos referência no nível superior, como já somos na educação básica”, projeta Saúgo.

Investimento

Ausente, na coletiva por compromissos em Brasília, o presidente do conselho administrativo da Sicoob Credisul, Ivan Capra, encaminhou mensagem considerando que, além de um bom negócio do ponto de vista empresarial, a Sicoob Credisul também viu essa aquisição como uma oportunidade de preservar um imóvel que é praticamente um patrimônio da cidade, devido a história da AVEC com Vilhena.

E sobre o imóvel propriamente, além de sediar a Coopevi e o centro de formação que será implantado, ele também servirá para as assembleias da Sicoob Credisul. “Temos dois anfiteatros lá e isso vai nos servir muito para as assembleias e demais eventos”, projetou Ivan Capra.

Fonte: Assessoria de imprensa

Publicação anterior

Advertisment

Outras notícias

Prova de vida do INSS precisa ser feita por 37 mil segurados em Rondônia até 2022; veja como

Caiu para 37 mil o número de rondonienses que precisa fazer a prova de vida, segundo levantamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)...

Feirante é presa por matar homem a tiros em Porto Velho: ‘Ele vivia me ameaçando’

Uma feirante foi presa nesta terça-feira (21) em Porto Velho suspeita de matar um homem identificado como André Marinho Oliveira, de 36 anos, em...

Professores da rede municipal de ensino serão contemplados com notebooks

A Câmara Municipal de Vilhena aprovou R$ 3.180.630,97 para uso da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A deliberação aconteceu durante a 23ª sessão ordinária...