Tomada de preço para construção do Centro de Castração de Vilhena já tem data marcada

Centro de castração, Vilhena. — Foto: Semcom

Unidade vai incluir diversas salas de atendimento e deve reduzir a população de cães soltos nas ruas. No dia 1° de fevereiro está prevista para acontecer a tomada de preço para a construção do Centro de Castração Municipal de Vilhena, a ser coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), que visa controlar a população animal de rua e prevenir algumas doenças importantes para a saúde pública. A obra tem um valor estimado de R$ 349 mil e terá diversas salas de atendimento.

“Agradeço ao deputado estadual Luizinho Goebel que destinou o recurso para a implantação dessa unidade tão importante para a cidade. É anseio de diversas entidades e pessoas que amam seus cães e gatos que a cidade, de fato, consiga controlar a população de rua de animais. O local deve começar a atender este ano e poderemos ver a cada ano uma redução na quantidade de animais soltos que causam acidentes, transmitem doenças e atacam pessoas”, explica o prefeito Eduardo Japonês.

O projeto do centro envolve um pavimento térreo com área de 133,6 metros quadrados, que será composto por salas de cirurgia, esterilização e higienização, bem como depósitos, copa, sala de pré e pós-operatório, consultório, recepção e banheiros.

Luizinho Goebel lembra que esta a iniciativa “certamente terá impacto positivo na sociedade vilhenense e colocará Vilhena num patamar mais elevado no que diz respeito ao sistema sanitário”.

A emenda foi destinada no fim de 2019 e após a elaboração e revisão do projeto em 2020 pela Secretaria Municipal de Planejamento, agora a licitação deve acontecer para que as obras possam começar neste ano. A empresa que for contratada tem o prazo previsto para a execução de 150 dias corridos, após a emissão da ordem de serviço.

Fonte: Semcom/Vilhena

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA