Trio envolvido em morte de idoso está foragido

Joelma da Silva Nascimento, Tailane da Silva Teixeira, e Luan Cabral Oliveira, estão sendo procurados por policiais da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio, acusados de participação no roubo seguido de morte do idoso deficiente Manoel Rodrigues da Silva, 69 anos, ocorrido na noite do dia 19 de julho deste ano, em uma residência localizada em uma vila nas proximidades do Hospital Santa Marcelina, na BR-364, em Candeias do Jamari. Os outros envolvidos Michael Douglas da Silva Souza, já está preso, e um adolescente de 16 anos apreendido.

Durante as investigações, o delegado Vinícius Lucena juntamente com sua equipe descobriu, que o idoso se relacionava com pessoas fora do seu convívio familiar. “Essas pessoas foram percebendo que ele tinha objetos de valores, e a vítima costumava dizer que estava fazendo um empréstimo para construir uma casa para seu filho. Tailane e Joelma imaginaram que a vítima tinha uma grande quantidade de dinheiro na casa”, esclareceu o delegado.

No momento em que as duas criminosas passaram as informações para os comparsas, afirmando que havia dinheiro na casa, os bandidos colocaram o plano em ação. Luan Cabral, Michael Douglas, e o adolescente foram até a residência da vítima. A participação de Joelma e Tailane foi de repassar as informações para o bando, já que elas tinham acesso a residência do idoso.

Os criminosos entraram na casa, renderam o idoso e anunciaram o assalto. A vítima, logo foi imobilizada, amarrada e amordaçada pelos bandidos. Segundo o delegado, o idoso foi torturado para dizer onde estava o dinheiro, mas ele não informou, o que irritou os criminosos, e eles o mataram com várias facadas.

Para não dar viagem perdida, o trio roubou um aparelho televisor, um aparelho celular e R$ 200. “O menor confessou o crime e entregou todos seus comparsas”, disse Vinícius Lucena.

Identificados, o delegado representou pela prisão preventiva dos maiores envolvidos e a apreensão do adolescente. Michael e o adolescente já está à disposição da justiça.

Agora, os investigadores pedem ajuda para localizar e prender Joelma da Silva Nascimento, Tailane da Silva Teixeira, e Luan Cabral Oliveira, considerados foragidos da justiça.

Qualquer denúncia que pode levar ao paradeiro dos criminosos, podem ser repassadas através do 197 da Polícia Civil disponível 24h. Não precisa se identificar.

Fonte:https://www.rondoniagora.com

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA