23.8 C
Nova Iorque
quinta-feira, julho 29, 2021

Uma das jovens atropeladas por jet ski no rio Candeias pode ficar paraplégica

Segundo o secretário de Saúde, Fernando Máximo, além de fratura exposta na perna esquerda, ela sofreu um lesão na coluna que tirou-lhe os movimentos dos braços e das pernas. Os médicos tentam reverter o problema com uma cirurgia

PORTO VELHO – Uma das duas jovens que foram atropeladas por uma moto aquática no rio Candeias, no domingo, pode perder para sempre os movimentos dos braços e das pernas. Segundo o secretário de Saúde, Fernando Máximo, logo que deram entrada no pronto socorro João Paulo 2º com ferimentos graves, as jovens foram submetidas a exames que indicaram a necessidade de cirurgias, em função das múltiplas fraturas que sofreram.

Veja o vídeo com as explicações do secretário Fernando Máximo:

Uma delas, no entanto, ainda de acordo com o secretário, além da fratura expostas na perna esquerda, também sofreu uma lesão na chama C5 uma vértebra cervical. Ele teve perda de movimentos dos braços e das pernas e os médicos ainda não sabem se a cirurgia será suficiente para reverter os movimentos. da coluna.

O grave acidente aconteceu na tarde de domingo dia, 11, no balneário de Candeias do Jamari, cerca de 25 km de Porto Velho.

As duas jovens tiveram múltiplas fraturas pelo corpo e cortes profundos nas pernas depois de uma colisão entre dois jet skis.

Segundo relato de testemunhas, as duas vítimas estavam na mesma moto aquática quando outro jet ski, pilotado por um homem, acabou atingindo-as.

Com a força da colisão, as mulheres foram jogadas na água e ficaram desacordadas. Nesse momento um rapaz que estava perto pulou no rio, colocou as duas em um barco e prestou os primeiros-socorros.

O corpo de bombeiros foi acionado onde prestou os primeiros atendimentos no local. Apesar de conscientes e respondendo aos estímulos, ambas estavam confusas e apresentavam múltiplas fraturas e laceracões (ferimentos com rasgo) nos membros inferiores.

Por causa da gravidade dos ferimentos, a jovem identificada como Vanessa Gabriela foi socorrida pelos bombeiros e levada ao pronto socorro João Paulo II, em Porto Velho. Ela continua internada. A colega dela foi atendida no hospital municipal de candeias.

www.expresssaorondonia.com.br

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- anuncio-

Últimas Notícias