sábado, setembro 18, 2021

Vacina internasal contra covid-19 funciona melhor que a intramuscular, diz estudo

Vacina internasal contra covid-19 funciona melhor que a intramuscular, diz estudo

INTERNACIONAL – Em um estudo publicado na revista Science Translational Medicine, pesquisadores dos Estados Unidos e do Reino Unido relataram que uma versão intranasal da vacina da AstraZeneca para a covid-19 preveniu a infecção e reduziu a disseminação viral em primatas e roedores. Em hamster, o efeito foi até melhor que com a aplicação intramuscular. De acordo com o artigo, a descoberta apoia a ideia de que alguns imunizantes para combater o coronavírus podem ser administrados pelo nariz, uma via capaz de controlar o Sars-CoV-2 em áreas mucosas de forma mais eficaz.

A vacina intranasal também reduziu a eliminação viral e as cargas virais em amostras de esfregaço nasal de hamsters – © Bárbara Cabral/Esp/CB/D.A Press

Mais de um ano após o início da pandemia, os cientistas desenvolveram várias vacinas para controlar a infecção. No entanto, experimentos pré-clínicos com primatas não humanos sugerem que, embora muitas das substâncias utilizadas atualmente possam prevenir a covid-19, elas não eliminam completamente o RNA viral em amostras nasais. Essas descobertas sugerem que o vírus ainda pode estar se replicando no sistema respiratório superior, e que a disseminação viral é capaz de levar à transmissão.

Além disso, a maioria das vacinas para a covid são administradas por meio de injeções intramusculares, que tendem a produzir respostas imunológicas mais fracas nos tecidos da mucosa. No estudo, os cientistas, de instituições como a Universidade de Oxford e os Institutos Nacionais de Saúde dos EUA, descobriram que, em macacos e hamsters, a vacina intranasal gerava anticorpos e protegia os animais da infecção. A substância, segundo eles, foi eficaz contra a mutação Delta, que aumenta a infecciosidade e foi observada na maioria das variantes do vírus.

A vacina intranasal também reduziu a eliminação viral e as cargas virais em amostras de esfregaço nasal de hamsters de forma mais eficaz do que uma injeção intramuscular, afirmaram os pesquisadores. Segundo eles, um ensaio clínico de fase 1 está em andamento para testar a vacina intranasal em 54 adultos saudáveis.

Na semana passada, um artigo de opinião publicado, na revista Science, por imunologistas da Universidade do Alabama destacou a possibilidade de se desenvolver uma vacina intranasal da covid-19 para ser utilizada sozinha ou em conjunto com a intramuscular e, assim, ativar diferentes agentes do sistema imunológico. “As vantagens das vacinas intranasais incluem a administração sem agulha, a aplicação do antígeno no local da infecção e o estímulo da imunidade da mucosa no trato respiratório”, escreveram.

 

 

 

 

Fonte: Correio Braziliense

Publicação anterior

Advertisment

Outras notícias

CDL Cacoal defende retorno de voos da Azul

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Cacoal (CDL Cacoal) une-se as demais entidades de classe, no sentido de solicitar o retorno dos voos da...

Brisa da Mata será o primeiro condomínio residencial de sobrados geminados em Cacoal

Em Cacoal, o mês de setembro de 2021 será marcado pelo lançamento de mais um grande empreendimento. Responsável por residenciais e condomínios como Vila...

Coluna Marisa Linhares 16 de setembro

EQUIPE DE VENDAS FIAT PSV Registrei na PSV CACOAL do renomado Grupo Gilberto Miranda em Rondônia, a gerente de vendas Rute Mandrick com os consultores...