Vento forte derruba 8 postes, destelha galpão e deixa bairros sem luz, em RO

VentoCerca de oito postes caíram e um galpão foi destelhado com o forte vendaval que ocorreu em Porto Velho, na tarde desta terça-feira (1°), por volta das 16h. Os estragos aconteceram na avenida Guaporé com rua Capão da Canoa, próximo ao Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron), no bairro Lagoa, Zona Leste da capital.

Segundo moradores, em menos de 10 minutos o telhado de um galpão caiu sobre a rede elétrica e uma árvore se partiu, derrubando oito postes, em sequência. Segundo Inácio Lopes, as pessoas que estavam do lado de fora do Cemetron correram desesperadas para o interior do prédio, após a árvore do outro lado da rua partir.

vento1“Primeiro a árvore caiu puxando a fiação e derrubando o poste, depois caiu outro poste e, pra completar, a estrutura do galpão caiu sobre o restante. Com o vento, além da estrutura, caiu o muro e as telhas foram jogadas pra cima das casas do conjunto”, explica o funcionário do hospital.

Com o desespero de quem estava do lado de fora do hospital, enfermeiros correram para ver o que estava acontecendo. “Ouvi os gritos e muita gente entrando correndo e fui lá fora ver o que estava acontecendo, quando vi os postes caídos e o vento muito forte. Chamei seu Inácio pra entrar, pois ele poderia se machucar”, conta a técnica de enfermagem Maria das Graças.

Moradores do conjunto onde casas ficaram destelhadas e parte da estrutura de um galpão atingiu residências disseram nunca ter visto algo parecido. Um morador, que preferiu não se identificar, diz que estava reformando a casa para se mudar, mas que mudou de ideia.

vento2“Estava empolgado com a reforma da casa para me mudar logo, mas depois dessa, não quero mais. Quero levar minha família para longe dos galpões. Fiquei traumatizado porque estava dentro da casa e o barulho foi ensurdecedor”, confessa.

Bairros da Zona Leste da cidade como o Lagoa, JK, Três Marias, Lagoinha e  Pombal ficaram sem energia elétrica, pois os técnicos da Eletrobrás a desligaram para fazer o levantamento de danos. A empresa constatou que oito postes foram danificados, e uma considerável quantidade de fiação será necessária para o conserto de tudo. Segundo a assessoria da empresa, não é possível precisar os locais sem energia antes do relatório chegar, e os postes só poderão ser substituídos após a retirada da estrutura que está na rua Capão da Canoa.

Ainda não se sabe a força do vento que causou os estagos na cidade na tarde desta terça, mas segundo a previsão divulgada pelo Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), pancadas de chuvas com trovoadas e fortes ventos devem acontecer durante a tarde e noite também desta quarta-feira (2).

vento3Outros casos

Na Zona Sul da cidade, em um estacionamento de uma faculdade, outra estrutura metálica caiu, porém, sobre alguns carros e motos estacionados. Bairros como o Castanheira, Cohab e o Aeroclube também ficaram sem energia elétrica por causa de danos em postes. Casas foram destelhadas e uma foi totalmente destruída pela força do vento. Um supermercado teve parte de sua estrutura danificada.

Fonte: G1

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA