CURITIBA – Quem assiste a um grande espetáculo não faz ideia do quão difícil é a preparação de todos os detalhes ao o momento final da apresentação. No mundo dos esportes automobilísticos não é diferente e, às vezes, a equipe está competindo sob o peso de uma tragédia ocorrida durante as preparações. Outras vezes, a depender da gravidade do acontecimento, a pr´pria equipe ou a organização da competição optam por adiar o evento.

Foi isso que aconteceu com um mecânico que prepara carros para as competições denominadas ‘arrancadão’ – muito popular no Sul e no Sudeste do Brasil – que morreu na madrugada desta quinta-feira (3) de forma trágica em Curitiba.

Durante a preparação de um carro de arrancada no bairro Umbará em Curitiba, ao colocar o veículo em um equipamento chamado dinamômetro, durante os testes, uma peça do carro se soltou e atingiu o mecânico que estava a quase 10 metros do veículo.

Socorristas do Siate com apoio da equipe médica foram acionados, mas, ao chegar ao local, já encontraram o mecânico sem sinais vitais. Até o momento, o nome do mecânico não foi revelado.

 

FONTEJoão Frigério
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA