23.8 C
Nova Iorque
sexta-feira, julho 23, 2021

Vilhena: irmãos matam homem e colocam cabeça decapitada para “vigiar” entrada de propriedade

(Foto: Folha de Vilhena)

Dois vilhenenses foram descobertos como os assassinos da vítima Lindomar de Souza, no dia 03 de março de 2021. O crime teria acontecido na casa da vítima, em um sítio localizado próximo à BR-174, em Vilhena. O próprio assassino teria procurado a polícia para confessar o assassinato.

Segundo informações prestadas pelo Delegado de Polícia Civil, Núbio Lopes, em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (15 de julho), um dos irmãos participantes no crime teria sido orientado pelo tio a procurar a Delegacia e se entregar. Foi então que a investigação sobre o crime tão brutal começou.

Os dois irmãos ainda teriam ligação com um segundo homicídio, praticado nove dias antes na cidade de Vilhena.

A CENA DO CRIME

O Delegado Núbio Lopes, durante a coletiva, relatou um verdadeiro circo de horrores praticado na casa da vítima. Lindomar foi encontrado já no portão da propriedade, onde repousava sua cabeça.

Os golpes feitos pelos irmãos foram tão brutais que decapitaram a vítima e arrancaram um dos braços. Também havia muito sangue e cortes profundos nas costas da vítima.

O CRIME

Lindomar foi morto no dia 30 de março com diversos golpes de machado. De acordo com o depoimento dos acusados, um dos irmãos teria sustentado uma conversa com a vítima na intenção de distraí-la.

Enquanto isso, o outro pegou um machado que estava atrás da vítima e golpeou-a pelas costas. Posteriormente, os dois assassinos revezaram os golpes até matar e decapitar Lindomar.

DA MOTIVAÇÃO

Em depoimento, os irmãos teriam afirmado que foram beber com a vítima e a todo momento Lindomar ficava fazendo insinuações de que iria matar alguém. Por isso, ambos resolveram matar a vítima a golpes de machado antes que ele intentasse contra suas vidas.

Na investigação, a Polícia Civil verificou que não havia possibilidade de Lindomar segurar ou restringir a liberdade dos irmãos em ir embora. Por esse motivo, eles foram indiciados por homicídio qualificado por motivo fútil, emprego de meio cruel e utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

A FUGA

Ainda no depoimento, um dos irmãos informou que teriam utilizado a motocicleta da vítima para fugir do local do crime. No entanto, o combustível teria acabado antes que pudessem completar o percurso até a cidade de Vilhena, e por isso abandonaram o veículo no meio da estrada.

O veículo, bem como as roupas sujas de sangue, foi localizado no decurso da investigação. O machado utilizado para matar a vítima foi encontrado ao lado do corpo.

Notícias relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- anuncio-

Últimas Notícias